Crônica: Ele e Ela

08:47




(Google)



Ele era o grande amor da vida dela. Ela era o dele. Porque juntos eles se completaram. Na escola no quinto ano, mandavam cartinhas ''secretas'' um pro outro. A menina surtava com suas duas amigas, ele já não sei. As amigas da menina sempre falavam que ira dar namoro. E deu.

Ele conseguia ser extremamente irritante com a garota, mas ela viu nele algo que ninguém viu.Acredite ela sabia quem era ele, e o que ele poderia ser. Ela o amava e confiava nele. Ela ria de suas piadas sem graça, ficava zangada quando ele não lhe dava atenção.

Ela era extremamente linda aos olhos dele, e ele sempre foi muito atencioso com ela. Conseguia deixa-la feliz, quando estava triste,  estava lá quando ninguém mais estava e vice-versa. Ele a amava mais que tudo. Ela era muito especial. 

Os olhos dela brilham a cada vez que fala dele as amigas, conta-lhes coisas bonitas que fazem a vida mais leve, contava-lhes que ele é seu amor. E que sem querer se apaixonou... hoje não conseguem viver um dia sem o outro.

Ele era muito ciumento, mas confiava nela como ninguém. Ela lhe mostrava a direção e que caminho seguir. Ela lhe ajudava quando ele mais precisava. Eles se conheciam  muito bem. E temo que um dia, que se um não estiver um com outro os dois irão morrer.

E no final tudo se acertou, pois eles já eram muito mais que unidos. Porque só deu certo, porque eles se amavam, e já eram amigos. Deixaram tudo acontecer no tempo certo, e hoje já são gente e podem decidir o que é o melhor pros dois. A sinceridade sempre bate a porta, e por isso nunca houve nada que os separasse. 

E hoje seu tempo é junto, precioso como sempre. A vida segue e os dois andam de braços abertos! Num mesmo caminho, na mesma direção pois a vida segue e eles se vão. Juntos como sempre numa única união.

Bonito foi dia em que ele pediu a sua mão em namoro, ela claro aceitou sem pestanejar, sem ligar pro mundo e pra mais ninguém.

You Might Also Like

1 comentários

  1. Assim é o amor lindo e puro quando se ama e se é amado ,essa reciprocidade terá sempre que existir numa vida a dois ,deixo-te dois lindos poemas de autores portugueses muitos beijinhos Sara ,felicidades .

    Amor é fogo que arde sem se ver

    Amor é fogo que arde sem se ver;
    É ferida que dói e não se sente;
    É um contentamento descontente;
    É dor que desatina sem doer;

    É um não querer mais que bem querer;
    É solitário andar por entre a gente;
    É nunca contentar-se de contente;
    É cuidar que se ganha em se perder;

    É querer estar preso por vontade;
    É servir a quem vence, o vencedor;
    É ter com quem nos mata lealdade.

    Mas como causar pode seu favor
    Nos corações humanos amizade,
    Se tão contrário a si é o mesmo Amor?

    Luís de Camões


    Li um dia, não sei onde

    Li um dia, não sei onde,
    Que em todos os namorados
    Uns amam muito, e os outros
    Contentam-se em ser amados.

    Fico a cismar pensativa
    Neste mistério encantado...
    Diga prá mim: de nós dois
    Quem ama e quem é amado?...

    Florbela Espanca

    ResponderExcluir

Olá, o que achou? Comente, juro que respondo assim que possível. Se quiser pode me mandar um email também por:
sarasblog07@gmail.com

Popular Posts

Like us on Facebook

Flickr Images