CRÔNICA: Desculpe

20:15




Desculpe.
Desculpe meu mal-humor diário mas não consigo ser educada  quando estou com um turbilhão de pensamentos na cabeça e não consigo chegar a conclusão alguma.Desculpe por não ser gentil o suficiente, e ser fria e indiferente muitas vezes, desculpe não conseguir ser boa  o bastante para fingir, não consigo. Não posso.

Desculpe se você não achar as qualidades que precisa em alguém porque  no fim, em mim há muito mais defeitos do que qualidades.Desculpe se não sou tão boa naquilo que amo fazer, é sério, desculpe.Porque no fundo sou o pior, eu já vivi de tudo, e já não vivi de nada, mas acredite no futuro será eu sozinha, porque eu não acredito que alguém queira amar um ser como eu. Porque no fundo ninguém  sabe de tudo que eu sei.

Desculpe minha imaturidade com outras coisas, desculpe, mas não consigo ser madura em relação a tudo.Desculpe meu fraco conhecimento sobre a vida, e as coisas que estudamos, porque sinceramente eu tento sana- las. Desculpe o meu desamor a certas coisas, mas eu preciso me apegar ao que eu tenho. Desculpe o medo de amar, de confiar porque no fim todos temos medos, e eu receio que o meu seja o mais cruel.

Desculpe se eu não consigo ser boa  em todas as coisas na eu gostaria, eu juro que tentei, mas infelizmente eu só sirvo para uma bendita coisa- escrever.Desculpe todas as minhas desculpas, mas entenda, eu não sou o que você procura.  Há gente muito melhor do que eu, com menos limitações do que quatro paredes.

Desculpe, por não ser o bastante, por ser irritadiça, e por construir essa barreira entre nós, mas... É que no final eu me apego, e todos vão embora, porque no fim ninguém aguenta o meu mundo,  e eu não vou exigir isso de você,por mais que eu queira, não é justo. Mas se você ficar, eu serei muito grata, mas só fique se você quiser ficar realmente. Mas não me deixe porque eu estava me acostumando com o futuro, e de repente você apareceu. e fica. Mas você vai embora como todos fizeram, porque?

Sei que sou irritadiça e sei o quão insuportável eu sou, porque eu convivo comigo mesma a anos.
Sou assim porque já não sou tola, não criei essa  barreira por pouco, eu só quero manter você afastado do meu mundo, porque você nunca entenderá, você não vive nele, porque ele é feito de uma pessoa, e essa pessoa é sozinha, porque as três pessoas que eu amo não vão ficar comigo para sempre.

Me desculpe por tudo. Por tudo o que eu sou, e por tudo o que eu nunca fui. No fim, você saberá que eu fui o menos do que você acha que eu fui, porque eu não fui.

You Might Also Like

4 comentários

  1. Respostas
    1. Achou mesmo Lau? Que bacana! Senti sua falta por aqui, viu? :)

      Excluir
  2. Boa noite Sara que palavras intensas que acabei de ler ,tantas vezes nos interrogamos nesta vida ,nós próprios somos tantas vezes nos punimos ,não por seremos cruéis mas pela necessidade de confrontarmos o nosso próprio eu que tantas vezes sofre pela falta ou pela ausência de algo que nos preencha esse vazio momentâneo ,muitos beijinhos no coração querida amiga .

    Vida

    Sou nada mais que aquilo que não sou
    nada mais que isso e muito menos que aquilo que não sou .
    Não serei aquilo que tu és ,nem nunca o serei
    serei apenas aquilo que tu não és
    porque és aquilo que eu não sou .
    Vida intrigante e consciente
    dos momentos e dos porquês
    das perguntas que não terminam e
    das respostas que não tem fim .
    Complicada ou simples
    apenas fará sentido aquele que nada teme
    que vive sem medos nem anseios
    que vive a vida como ela se apresenta
    sem queixumes nem obrigações .
    Nasceremos e morreremos
    numa morte anunciada
    súbita sem hora nem dia
    que num ápice tudo acabara
    sem ter sido aquilo que tu foste
    ou naquilo que eu queria ser
    apenas fui simplesmente ......

    Emanuel Moura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, Ej. Tudo está em constante mudança. Nos auto infligimos perguntas, e dúvidas.
      Linda poesia, amei! :)

      Excluir

Olá, o que achou? Comente, juro que respondo assim que possível. Se quiser pode me mandar um email também por:
sarasblog07@gmail.com

Popular Posts

Like us on Facebook

Flickr Images